foto-pessoal

O Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde atingiu, mais um ano, o nível de excelência clínica a nível nacional nas áreas de Cirurgia de Ambulatório (Oftalmologia, Otorrino, Vascular, Cirurgia Geral ) na área de (Ginecologia e de Ortopedia, divulgou o Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS), destacando-o como uma das melhores unidades de saúde da região e do país.

A instituição foi ainda distinguida com a classificação máxima no que diz respeito à focalização no doente, adequação e conforto das instalações e aos procedimentos de segurança.

Segundo os dados divulgados pelo SINAS, o Hospital de Vila Verde atinge a classificação máxima de excelência, com a nota de três estrelas, a máxima possível, em Cirurgia de Ambulatório, indicando que nesta área procede-se à avaliação do cumprimento de procedimentos da Cirurgia em Ambulatório –, que garantam a qualidade e segurança de intervenções cirúrgicas com tempo de estadia no hospital inferior a 24 horas – relativamente a “doentes-padrão”.
A classificação máxima de três estrelas foi também obtida nas Artroplastias Totais da Anca e do Joelho, em Ortopedia. No âmbito das artroplastias da anca e do joelho avalia-se a seleção e a administração atempada do antibiótico (profilaxia de infeção) em “doentes-padrão” submetidos a este tipo de intervenção. Avalia-se a também correta prescrição e a administração atempada da prevenção do tromboembolismo venoso (TEV) a estes doentes. Analisa-se ainda a ocorrência de revisões das artroplastias até 30 dias após a cirurgia.
A Ginecologia foi também distinguida com classificação de excelência clínica no âmbito das histerectomias, onde foi avaliada a seleção e a administração atempada do antibiótico (profilaxia de infeção) em “doentes-padrão” submetidas a este tipo de intervenção. Avaliou-se a também correta prescrição e a administração atempada da prevenção do tromboembolismo venoso (TEV) nestes doentes.

Bento Morais, provedor da Santa Casa de Vila Verde, afirma que as classificações obtidas neste relatório são “um grande motivo de orgulho e sentimento de missão cumprida. Procurámos sempre mais e melhor para os nossos doentes, e este relatório é o reflexo de toda a dedicação da nossa equipa. Parabéns a todos os nossos profissionais. Somos um Hospital de referência regional e nacional”, afirma o Provedor com orgulho e com a promessa de continuidade deste trabalho de rigor e qualidade, servindo cada dia melhor os seus doentes.
Acrescentou, ainda, que o Conselho de Administração mantém-se “ desde o primeiro momento focado na melhoria contínua dos cuidados de saúde prestados”, salientando “ que estes resultados surgem porque os profissionais deste Hospital são, igualmente, de elevada qualidade.“

O SINAS contou com a participação de 98 prestadores de cuidados de saúde de natureza hospitalar, dos sectores público, privado e social, que voluntariamente se submeteram à avaliação.
Focalizados no doente e no utente, o hospital da Misericórdia de Vila Verde e a Santa Casa de Vila Verde assumem um papel fundamental no desenvolvimento do concelho de Vila Verde na área da saúde mas também na área social, assumindo-se esta instituição, como uma impulsionadora de bem-estar, emprego e desenvolvimento da região, estando em curso novos investimentos em diversas áreas.

Segundo a direção clínica, o hospital da Misericórdia de Vila Verde está com uma “preocupação constante com excelência de resultados: Na prevenção e controlo da infeção, no controlo da dor, na qualidade anestesicocirurgica enfim na excelência assistencial”, refere Célio Antunes, médico responsável do bloco operatório.
O Hospital da Misericórdia de Vila Verde foi pioneiro na região a efetuar testes de despistagem da Covid-19 tendo neste momento dois centros de testagem, um no laboratório do hospital e outro na farmácia externa da Misericórdia de Vila Verde, contribuindo de forma crucial para a mitigação da pandemia em Vila Verde e na região.

© Hospital da Misericórdia de Vila Verde   |   Por: André Tiago Almeida.PT


x
error: Content is protected !!